Zalts Blog

Você se lembra de ter escaneado e salvo no Google Drive um relatório sobre tendências de mercado que circulou na sua área, mas agora, precisando consultá-lo, não sabe o nome do arquivo ou em qual das suas dezenas de pastas e entre centenas de outros documentos ele pode estar. Tudo o que você se recorda é do nome da consultoria que produziu o relatório, mas o documento foi digitalizado como imagem e salvo em PDF, e a ferramenta de busca não consegue fazer a leitura nesse tipo de arquivo, certo?

Errado!

Uma das várias funcionalidades do Google Drive é o Reconhecimento Óptico de Caracteres, conhecido pela sigla em inglês OCR (Optical Character Recognition). Ele é capaz de encontrar palavras e textos contidos em arquivos PDF e até mesmo em imagens com extensão PNG, JPG e GIF. No exemplo acima, bastaria digitar no campo de busca o nome da consultoria para ter a lista dos arquivos contando o nome digitado, entre eles o relatório desejado.

Outro caso, real, que ilustra a otimização de tempo e recurso proporcionados pelo reconhecimento óptico no Google Drive é de uma agência de empregos. As dezenas de currículos entregues pessoalmente ou enviados por correio pelos interessados em recolocação profissional são digitalizados e salvos no Drive. Ao acessar o HD virtual para buscar uma vaga de repositor, por exemplo, não é preciso abrir um a um os arquivos de imagem. Basta digitar o cargo no campo de busca e todos os que contiverem a palavra aparecerão. Acabou a necessidade de agência manter enormes armários de arquivo com montanhas de currículos em papel e, havendo uma vaga, ter que consultá-los manualmente.

Mais que palavras

E se dissermos que o Google é capaz de reconhecer um elemento em fotos, mesmo que a imagem não contenha qualquer palavra ou o nome do arquivo não faça nenhuma referência a ele?

O Google possui uma ferramenta de reconhecimento de padrões, pode interpretar dados de uma imagem como formas e informações sobre valores de cor e identificar outras que possuam o mesmo padrão.

Imagine que na pasta de imagens da sua viagem de férias para o Amazonas, com mais de 2 mil fotos, você esteja querendo justamente aquela da Cachoeira de Pedra Furada. Como as imagens não estão nomeadas, para que não seja preciso olhar cada uma até encontrar a pretendida, você pode digitar no campo de busca, por exemplo, a palavra “água”. Todas as imagens que forem ilustradas com água serão reconhecidas pelo Google, diminuindo as possibilidades para que você ache mais facilmente esse bonito registro da viagem. O mesmo sistema possibilita também a identificação por reconhecimento facial. Uma vez que você identifique um amigo em uma foto, por exemplos, salva no Google Fotos, o sistema poderá identificar outras imagens em que o seu amigo apareça.

Chega de redigitar

Além de ler  arquivos de imagem, o Google também possibilita transformá-las em arquivos de texto. Isso mesmo! Acabou a necessidade de pegar um texto escaneado e ter que redigitá-lo no doc. A ferramenta consegue ler e converter para textos imagens em mais de 200 idiomas.

Muitas facilidades

A Zalts é parceira oficial do Google para a implantação do Google Apps para empresas. Isso significa que os profissionais da Zalts são habilitados e credenciados pela gigante da internet para oferecer aos clientes toda a gama de aplicativos e funcionalidades de acordo com as suas necessidades, sempre com o objetivos de melhorar o dia a dia do negócio e ajudar a ampliar os resultados.

Entre em contato com a Zalts e solicite uma visita para conhecer mais sobre as facilidades que os recursos de tecnologia em nuvem para o mercado corporativo. Envie um e-mail para contato@zalts.com.br ou acesse o site: zalts.com.br.

Leave a reply
Back to top