Zalts Blog

Criado pela empresa que dá o seu nome, o Microsoft Office ainda é o pacote de softwares de escritório mais conhecido e utilizado em todo o mundo. Ainda. Isso porque a tecnologia avança cada vez mais na direção das suites de ferramentas livres, criadas em código aberto e capazes de atender igualmente às necessidades dos usuários, inclusive de compatibilidade com o principal concorrente.

Esse é o caso do LibreOffice, desenvolvido e trabalhado em comunidade e distribuído pela The Document Foundation (TDF), organização sem fins lucrativos que defende a liberdade de executar, copiar, distribuir, estudar, modificar e melhorar os softwares.

Ele nasceu na Alemanha e em 1999 foi adquirido pela empresa americana Sun, que o lançou para o mercado como OpenOffice.org. Mas foi em 2009, após a aquisição da Sun pela Oracle que a marca LibreOffice foi adotada e incorporada pela TDF, que por sua vez já contava com o aporte de grandes do setor como IBM, Canonical, BrOffice.org, Collabora e Free Software Foundation. De lá pra cá o que se vê é o contínuo trabalho de aperfeiçoamento da suite pela comunidade participante, para que ele possa ser cada vez mais aplicado aos ambientes doméstico e corporativo ━ vantagem que é ampliada pela gratuidade de sua utilização, independente da quantidade de máquinas.

O LibreOffice está disponível para os sistemas operacionais Windows, Linux, macOS, Unix e Solaris. O pacote inclui editor de texto (Writer), planilhas (Calc), criador de apresentações (Impress), editor de desenho e fluxogramas (Draw), banco de dados (Base) e editor de equações (Math).

Ele foi criado com o padrão Open Document (ODF) que é baseado na linguagem XML, uma especificação de código para a criação de aplicações de escritório. A própria Microsoft acabou incorporando o XML para o Microsoft Office, o que permite que seus arquivos, inclusive extensões .docx, .xlsx e .pptx. sejam abertas, editadas e salvas pelo LibreOffice. Há ainda outras facilidades como a possibilidade de salvar e converter arquivos em PDF de forma nativa.

Outro diferencial relevante do LibreOffice é o LibreOffice Portable, uma versão completa da suite para pendrive e HD externo, disponibilizando todos os aplicativos e funcionalidades da versão desktop a partir de uma conexão USB, sem que seja necessário instalá-la no computador e podendo levar o pacote a qualquer lugar.

Como empresa que tem como propósito disseminar e criar elos entre os melhores recursos do universo tecnológico e o ambiente corporativo, a Zalts acredita nas soluções de código aberto e apoia a sua utilização, aplicando-as aos projetos implantados em clientes de todos os tamanhos e com as mais distintas necessidades, pelos ganhos que elas podem trazer.

Para conhecer todo o portfólio de soluções da Zalts, entre em contato com a empresa pelos canais contato@zalts.com.br ou zalts.com.br e solicite a realização de um diagnóstico gratuito.  

O download do LibreOffice você pode fazer clicando aqui.

Leave a reply
Back to top