Zalts Blog

Uma empresa que investe em TI o faz por objetivos claros: ganhar agilidade e precisão nos processos de trabalho, otimizar tempo, recursos, minimizar falhas e melhorar os resultados do negócio. Não se trata somente de implantar novas tecnologias, mas de ter a capacidade de responder rápida, criativa e assertivamente às necessidades do mercado ━ condição de sobrevivência e transformação das companhias, independente de tamanho ou segmento.

Mais da metade das atividades desenvolvidas pelos profissionais de TI são repetitivas e diretamente relacionadas à manutenção para o funcionamento das ferramentas cotidianas ━ sobrando pouco tempo para o desenvolvimento de novas tecnologias capazes de atender às necessidades de mobilidade, computação em nuvem, redes sociais etc.

É por essas razões que cada vez mais as companhias vêm recorrendo aos recursos e possibilidades dos softwares de automação de infraestrutura computacional padronizada para a orquestração e gerenciamento dos sistemas e rotinas. Não é pra menos: a otimização de infraestrutura em código atua basicamente para reduzir a complexidade de configuração de recursos em escala, ao mesmo tempo que cresce em velocidade e garantia de conformidade das execuções, sem, no entanto, demandar a necessidade de mais desenvolvedores e administradores de sistemas multiplicando essas tarefas.

Rotinas de manutenção diárias, por exemplo, são codificadas e lidas pelo sistema que as executa automaticamente, assegurando as atualizações e o registro de todas as ocorrências, e podendo, desde que programadas, até mesmo identificar e corrigir falhas durante a execução da atividade ━ evitando perdas de produtividade e demais prejuízos causados quando tal detecção é manual e, ocasionalmente, tardia.

A automação também é eficaz para fins de auditoria, uma vez que o inventário de ações facilita a documentação e rastreamento dos processos executados, além do controle de ativos de equipamentos e programas, inclusive para licenças e atualizações de versões.

A oferta de softwares de automação para orquestração e gerenciamento de TI é vasta e capaz de atender a características e necessidades específicas. No entanto, quatro deles são os mais conhecidos e utilizados: Ansible, Chef, Puppet e Saltstalk.

Com a Zalts, clientes com as mais variadas estruturas e necessidades ganham autonomia com a implantação de softwares de automação que aumentam a disponibilidade, confiabilidade e garantem a assertividade com ganhos de tempo e recursos na manutenção e funcionamento de suas infraestruturas de TI.

A equipe de consultores da Zalts realiza um diagnóstico preciso das demandas e objetivos da empresa para desenhar e implantar ferramentas de automação capazes de suprir todas as necessidades de forma que os investimentos de capital e pessoas em TI possa ser direcionado para o desenvolvimento de novos recursos e tecnologias que contribuam para o crescimento do negócio.

Entre em contato para agendar um visita e saber mais sobre tudo o que a Zalts pode oferecer para você: contato@zalts.com.br ou www.zalts.com.br.

Leave a reply
Back to top